UMA MULHER ESPECIAL

UMA MULHER ESPECIAL Ola, sou presidente de uma grande empresa e vou contar uma história interessante; minha empresa ,necessitava de um contador e fomos a caça no mercado, todos que apareciam não preenchiam as condições exigidas até que um dia apareceu na empresa, uma mulher, nossa que mulher, ela parecia muito séria, inteligente e recatada, […] O post UMA MULHER ESPECIAL apareceu primeiro em Contos adultos.

UMA MULHER ESPECIAL

UMA MULHER ESPECIAL

Ola, sou presidente de uma grande empresa e vou contar uma história interessante; minha empresa ,necessitava de um contador e fomos a caça no mercado, todos que apareciam não preenchiam as condições exigidas até que um dia apareceu na empresa, uma mulher, nossa que mulher, ela parecia muito séria, inteligente e recatada, mas extremamente deliciosa, uma mulher de parar qualquer transito rsrsrsrs, isso tudo eu só fui conhecer depois que ela já estava na empresa a alguns meses, preenchia com louvor todas as exigências do cargo, não só pela beleza, mas também pela inteligência e formação ideal e por uma coincidência vim a conhecê-la.

Eu necessitava de uma nova secretaria pois a minha havia se aposentado e o RH me indicou ela pela competência; em uma manha na semana seguinte, ela se apresentou a mim e quando entrou na sala, fiquei deslumbrado com sua beleza meio conservadora mas saltava aos olhos, eu não esperava aquilo e fiquei sem ação quando a vi, ela ficou em pé na minha frente e eu de boca aberta com aquela visão maravilhosa, loira, linda, uma boquinha pequena e vermelha, parecia um morango maduro em um rosto emoldurado por um penteado cuidadoso, olhos azuis, belíssima mesmo, mas o que mais me chamou a atenção foi seu magnifico corpo, estava vestida em uma saia justa que ressaltava suas curvas generosas e uma blusa social fina que também não conseguia esconder os seios enormes e empinados, meu deus que mulher, as ancas eram largas e arredondadas, pernas grossas e lisas, uma bunda enorme e arredondada, a mulher era uma visão de pura luxuria mas com semblante sério e sereno.

Se percebeu minha surpresa não demonstrou, sai daquele torpor da surpresa, a cumprimentei convidando-a para sentar-se, ela com muita elegância e desenvoltura, sentou-se em uma poltrona a minha frente e cruzou graciosamente as magníficas pernas, nossa como era linda e gostosa, eu não costumo ficar assim frente as mulheres pois devido a fama e grana, tenho muita facilidade com as mais belas mulheres, mas essa mexeu comigo demais, sentia um comichão na virilha e um início de ereção só de olhar para a mulher, começamos a conversar, sua voz era rouca e cristalina, nossa eu nem prestava atenção ao que ela dizia, continuava a admirá-la com pensamentos pecaminosos e obscuros rsrsrs, ainda bem que ela não percebeu, sai daquele torpor e comecei a entrevista da qual ela se saiu muito bem e acertamos que ela iria começar a trabalhar comigo a partir do dia seguinte, nossa eu estava parecendo um garoto frente a primeira namorada, e assim que ela saiu, fui verificar seu prontuário, verifiquei que tinha 24 anos, era casada com um professor a 5 anos, desempregado atualmente, tinha uma filha de 3 anos e resolveu voltar ao mercado de trabalho para fazer frente as despesas de casa, pois havia se acabado a reserva e o marido não conseguiu emprego.

Dia seguinte eu estava ansioso para ela começar e assim que chegou, nossa que maravilha, belíssima, com uma roupa discreta mas muito sexy, percebi que todos os homens da empresa e mesmo as mulheres a seguiam com os olhos, via cobiça nos olhos dos homens e inveja no das mulheres rsrsrs, eu verifiquei que ela era muito assediada por todos os homens da empresa porém rechaçava todas as investidas, era educada mas firme em dizer não a todas as cantadas, fiz alguns comentários com alguns gerentes sobre a beleza da nova secretaria e fiquei sabendo que ela não aceitava convite de ninguém apesar do assédio de todos, ela era muito seria e não aceitava as diversas cantadas, mas era gentil e educada com todos, explicava que era bem casada e amava o marido e a filhinha e jamais trairia o marido, entrou em minha sala com um bom dia jovial com a voz cristalina, a cumprimentei e ela se dirigiu a sua sala, passei toda a manha procurando uma boa razão para chamá-la em minha sala mas ela era competente demais e não me dava chances de chamá-la por alguma coisa; passou por mim pedindo licença para ir almoçar eu quase a convidei mas fiquei com medo de uma rejeição e achei melhor dar mais um tempo, passaram-se os dias e ela demonstrando uma competência impressionante, não deixava nada para me dar alguma razão de chamar sua atenção e nossa relação continuava bem profissional, até que um dia depois de mais de 2 meses trabalhando comigo ela pediu licença para almoçar e eu num rompante a convidei para ir comigo, ela hesitou meio em dúvida mas por gentileza aceitou e fomos a um restaurante de luxo que ficava próximo ao escritório, conversamos sobre diversos assuntos e acabei entrando no lado pessoal, perguntei do seu marido e ela disse que ele continuava desempregado, falamos sobre sua filha, ela ficou radiante com os olhos brilhantes falando sobre a filha, deixou claro que amava muito o marido e a filha, então pensei que iria ter trabalho com ela, na boa eu não ia conseguir nada com ela, teria de procurar uma solução mais drástica.

Mas meu desejo por ela aumentava cada vez mais, eu não podia vê-la que viam os pensamentos pecaminosos e uma ereção dolorida e enorme, rsrsrs, fiquei matutando como eu iria convencer aquela delicia a dar pra mim, e comecei a traçar um plano, poderia oferecer um bom trabalho para seu marido com a condição dela ser minha e um dia estávamos almoçando e eu entrei no assunto, ela ficou muito contente quando comentei sobre o emprego para seu marido mas quando eu informei a condição para isso, ficou muito triste e indignada e disse que não seria possível então, insisti dizendo a ela que seria só uma vez, somente um fim de semana com ela em minha casa de campo e depois nunca mais a incomodaria mas ela firmemente disse não ser capaz de fazer aquilo, trair seu marido daquela maneira, nunca…. Vamos Sara, insisti, seu marido não precisa saber disso, só eu e você, pense a respeito pois vai ser muito vantajoso para você e seu marido ok, terminamos o almoço e o resto do dia ela não falou mais comigo, toda vez que eu a chamava ela me atendia com os olhos baixos sem me olhar nos olhos me tratando formalmente; No final do expediente, lembrei ela de pensar a respeito da proposta em casa.

Dia seguinte ela não me falou nada e depois de uma semana da minha proposta, no final do expediente ela me disse que havia pensado muito e resolveu que iria aceitar minha proposta, nossa fiquei muito contente e só de pensar tive uma ereção, ela toda envergonhada me disse que o marido estava cada vez mais triste e com profunda depressão com a situação e como o amava muito decidiu aceitar, mais para resolver o problema do marido sobre o emprego, acertamos para o fim de semana, ela iria dizer ao marido que ia participar de um treinamento da empresa porém como era longe em outra cidade ela teria de ficar o fim de semana todo lá, o marido sem desconfiar de nada aceitou muito bem a desculpa e na sexta feira a noite após o expediente ela entrou no meu carro e fomos para minha casa de campo próximo de São Paulo.

Lá chegando, ajudei ela a descer do carro e entramos na casa, muito aconchegante e bem arrumada, a camareira vinha a cada 2 dias fazer a limpeza então a casa estava limpa e cheirosa, ela elogiou a casa e eu oferecia uma bebida, ela não bebia nada de álcool mas aceitou um martíni com gelo para criar coragem ela disse rsrsr, ela estava nervosa e preocupada, eu tentei acalmá-la mas ela me disse que nunca fizera aquilo, e só aceitou para ajudar o marido, estava nervosa e muito assustada, disse a ela que não tinha de ter medo, eu iria tratar ela com todo carinho e gentileza, ela agradeceu e eu me sentei a seu lado no sofá, senti seu perfume e coloquei minha mão em seus ombros puxando-a para mais perto de mim, beijei seu rosto ela tentou se afastar eu a segurei, calma eu disse, e tentei beijar sua boca apetitosa, ela novamente virou o rosto ai comecei a beijar seu pescoço, ela se retraindo assustada, eu dizendo em seu ouvido, calma, calma menina, mordiscando a pele macia e perfumada do seu pescoço, ela gemeu e novamente quis fugir eu a segurei e falando baixinho em seu ouvido pedindo calma, segurei um dos seus seios, enorme, duro e palpitante, ela gemeu e eu continuei sempre lambendo ou mordendo a pele do seu pescoço, amassei seus seios deliciosos, como são macios e firmes seus seios menina, delicia.

Ela foi se recostando no sofá começando a se entregar, eu fui além e comecei a abrir os botões da sua blusa, até o fim expus seu sutiã e continuei a pegar em seus seios, puxei para baixo e um dos seios saltou fora do sutiã, imediatamente enchi a mão e fui me abaixando até tocar com a língua o bico duro do seu seio, lambi escutando seus gemidos e enchi a boca com as carnes macias do seu seio mamando como se fosse um bebe, nossa delicia demais, suguei um depois o outro, ela já não esboça mais reação de tentar escapar, só gemia baixinho, levei minha mão para seu joelho e fui subindo pela sua coxa grossa e quente, a pele lisa, quente, deliciosa, fui até próximo da boceta por entre as coxas e voltei sempre acariciando suas coxas maravilhosas, procurei novamente sua boca e dessa vez ela entreabriu os lábios permitindo que eu enfiasse minha língua em sua boca saborosa, suguei sua saliva doce enfiando a língua nos cantinhos da sua boca ate deixar ela ofegante, me ajoelhei em frente dela, e beijei suas coxas subindo com a língua ate o limite da calcinha, ela gemia de prazer, puxei a calcinha para o lado descobrindo a boceta e lambi o grelo meladinho já, ela gemeu forte e apertou minha cabeça entre as coxas, enchi a boca com as carnes macias da sua boceta já totalmente melada e suguei devagar, ela teve o primeiro orgasmo com ruído, gemendo muito, fiquei com a língua dentro dela até passar os espasmos do gozo intenso, enquanto isso tirei toda as minhas roupas e levantando esfreguei meu pau duro em seus seios melando os bicos com o lubrificante que saia do meu pau, esfreguei em seus lábios pedindo para ela abrir a boca e senti sua boca quente em torno da cabeça do meu pau, entrei em sua boca até a garganta, e ela se engasgou, voltei e fiquei ali só curtinho sua boquinha macia mamando meu pau com gosto, avisei a ela que não estava aguentando e se ela continuasse iria gozar em sua boca, mas ela continuou até meu gozo intenso, nossa enchi sua boca gostosa de esperma, ela recebeu toda a minha porra e foi engolindo as golfadas até a última gota.

Ficou ali mamando mais um pouco até eu tirar o pau, ai tirei o restante das suas roupas, seu corpo era exatamente como eu imaginei lindo carnudo e delicioso, escultural mesmo, me deitei entre suas coxas e a penetrei devagar sentindo o aperto daquela maravilhosa boceta, ela tentou escapar pedindo para pôr a camisinha, eu me neguei, disse que queria sentir o calor da sua boceta diretamente na pele do meu pau, ela implorou para pôr a camisinha pois não tomava anti concepcional e poderia engravidar, mas não lhe dei atenção e continuei a penetrá-la, sentindo o calor da deliciosa boceta engolindo meu pau gulosamente, ela gemeu e pediu então para mim não gozar dentro dela, eu prometi e continuei entrando nela, até encostar meu saco em sua bunda, ela gemia forte agarrada a meu corpo tendo orgasmos seguidos, depois de gozar umas 3 vezes me pediu suplicando que não aguentava mais de tanto gozar, sinta logo seu prazer antes que eu morra de tanto gozar disse.

Eu continuei a meter na boceta super molhada e de repente perdi o controle me enterrei profundamente e gozei um monte dentro dela, ela gemeu e teve um novo orgasmo, ficamos assim abraçados respirando pesadamente eu descansado sobre seu delicioso corpo, ela então reclamou que eu havia prometido que não ia gozar dentro dela e não cumpri a promessa, me desculpei e disse que perdi o controle e não deu tempo de tirar o pau da buceta dela, descansamos um pouco, e a convidei para uma banho na piscina aquecida, ela aceitou, e fomos para a piscina, lá com seu corpo molhado e brilhante, a abracei e voltei a procurar sua boca, ela estava muito receptiva e se abriu para mim que mesmo em pé entrei novamente dentro dela, senti as contrações da sua deliciosa boceta e ela gozou de novo, ai se soltou de mim, o pinto escapou e ela se segurou na escada da piscina, eu a segurei por trás esfregando o pinto entre suas nádegas, ela gemendo baixinho, enfiei o pau de novo na sua boceta bem devagar, agora segurando ela por trás e meti gostoso.

Falei em seu ouvido que queria comer o seu cuzinho mas ela se negou e disse que nunca permitiu nem ao marido a penetração anal, eu insisti e ela fugiu de novo escapando do meu pau duro, saiu da piscina e entrou no chuveiro, entrei junto sempre me esfregando nela, terminamos o banho e voltamos para a cama, comecei de novo a beijá-la e boliná-la, ela gemendo de tesão, pedi a ela para ficar de bruços mas ela disse não porque sabia que eu ia tentar meter em seu cu, mas com carinho fui deixando ela de ladinho, meti de novo em sua boceta quente e comecei a meter devagar amassando seus seios; não demorou nada e ela teve um novo orgasmo, ai tirei da sua boceta e pincelei o cuzinho com o pinto todo melado dos seus sucos e meu lubrificante e comecei a forçar e a cabeça do pinto entrou devagar em seu maravilhoso cu, ela gritou e tentou escapar de mim, mas eu a segurei firme e continuei a penetrar, ela chorava e pedia para eu tirar, mas não lhe dei atenção e coloquei todo o pau dentro do apertado cuzinho, senti o delicioso aperto do seu cu mordendo meu pau, e iniciei um vai e vem maravilhoso até explodir bem no fundo do seu maravilhoso cu, gozei um monte, era tanta porra que escapou pelos lados, ela gemia de dor e prazer rebolando a deliciosa bunda.

Meu orgasmo foi algo assim fora do comum, nunca gozei tanto na vida, me deitei sobre seu corpo completamente exausto e descansei ouvido sua respiração apressada, ficamos assim até meu pau começar a amolecer e escapar do seu delicioso cu, ai me deitei a seu lado e ficamos ali sem nada dizer, até que ela perguntou, satisfeito! Conseguiu o que queria e me tornou uma mulher desonesta, trai meu marido a quem amo tanto, nunca devia ter aceito isso e levantou-se entrando no banheiro, escutei o chuveiro e logo depois ela saiu enrolada em uma toalha e recolhendo suas roupas, vestiu-se sem me olhar ou dizer nada, pegou as chaves do meu carro e se foi sem se despedir de mim, dormi ali e no dia seguinte pedi um táxi e fui embora, meu carro estava na porta da empresa, e ela nunca mais apareceu no trabalho, cumpri minha promessa e dei um bom emprego para seu marido na empresa, as vezes bate uma grande saudade daquela deliciosa mulher com quem gozei tanto mais melhor assim, sem ela por perto não me sinto tentado.

O post UMA MULHER ESPECIAL apareceu primeiro em Contos adultos.

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow